Quando os pais devem procurar um Alergologista infantil? | Rede Mais Saúde - Clínica Popular

O que é Alergologia Infantil?

alergologia ou imunoalergologia infantil ou pediátrica é a especialidade da medicina que tem como objetivo o diagnóstico e o tratamento das doenças alérgicas (as alergias) e outras causas de disfunção do sistema imunitário (doenças que comprometem as defesas do organismo), porém, voltada para a saúde das crianças.

O que é alergologista e o que ele faz?

alergologista/alergista/imunologista infantil/pediatra é o médico especialmente capacitado para investigar e tratar as doenças alérgicas que atingem crianças.

Quais doenças, o alergista infantil trata?

  • Rinite alérgica

  • Sinusite

  • Asma
  • Alergias cutâneas (Alergia na pele)
  • Alergia alimentar
  • Alergia a medicamentos
  • Anafilaxia
  • Alergia a insetos
  • Alergia ocular

Causas e sintomas da Alergia Infantil

As alergias podem ser ocasionadas por fatores ambientais, substâncias químicas, alimentos, resposta autoimune do organismo, entre outros.

Um dos maiores causadores de alergias em crianças e adultos é o ácaro — um minúsculo organismo que pode ser encontrado dentro das casas em carpetes, colchões, cortinas, almofadas e brinquedos de pelúcia. Outros fatores ambientais causadores de alergias são o pólen de flores, a poeira, os pelos de animais, o mofo e a umidade, que podem irritar o sistema respiratório quando inalados, favorecendo as respostas alérgicas.

Produtos feitos com borracha, níquel e lã podem ser altamente alérgicos para os pequenos. Assim como os produtos de higiene pessoal e limpeza, como xampus, sabonetes e sabão em pó, que nos recém-nascidos costumam causar irritação na pele.

Quando um Alergologista Infantil deve ser procurado?

Ter um bebê é uma das maiores alegrias que uma pessoa pode ter na vida, no entanto, com as alegrias vêm uma série de cuidados e atenções a serem tomadas, inclusive com os diversos tipos de alergias que podem atingir uma criança.

Diversas alergias podem acometer as crianças na primeira infância, desde uma reação por conta de um medicamento até lesões na pele, dobras de membros superiores e inferiores; pode acontecer também alergia à picada de insetos com reações brandas até as mais extensas.

Em outros casos, a alergia à proteína do leite de vaca em bebês pode acontecer e muitas vezes o diagnóstico passa despercebido. A criança pode apresentar sintomas gastrointestinais como diarreia, vômitos e sangue oculto nas fezes, além de sintomas cutâneos manifestando-se com dermatite atópica ou urticária e/ou sintomas respiratórios, com crises de tosse, chiado no peito e dispneia (dificuldade de respirar caracterizada por respiração rápida e curta).

Existe ainda a possibilidade de a criança desenvolver alergia à proteína do leite de vaca através da alimentação da mãe, ou seja, uma vez que a mãe faça ingestão do leite oriundo de vaca, assim como derivados de leite (pão de queijo, manteiga, chocolate etc.) ou alimentos contendo traços de lactose pode-se passar por meio do leite materno a alergia para o bebê. Neste caso, é orientado que a mãe suspenda a ingestão de leite de vaca ou alimentos derivados contendo traços de leite.

Devido aos diferentes casos, não há uma idade específica para que os pais procurem um alergologista pediatra, O mais indicado é atentar-se aos principais sintomas e em caso de dúvidas, procurar auxílio médico especializado.

Agende uma consulta

AGENDAR CONSULTA